sábado, 18 de julho de 2009

PREGANDO NA ÍNDIA

Em 1969, Swami Maharaja veio novamente para Navadvipa e ficou uma ou duas semanas na nossa Devananda Gaudiya Math com um grande números de discípulos. Nikunja Brahmacari e outros ajudaram a todos dando acomodações, prasada, mosquiteiro e outros.
Swami estava olhando para Mayapur. Ele queria construir um ashram e um templo lá, perto do samadhi de Srila Bhaktissidanta. Era época de chuva e tudo ali estava inundado e, mesmo assim, o Swami foi para o outro lado do rio Ganges para arranjar tudo. Alguns dos seus irmãos espirituais não apoiaram a idéia, pois, eles achavam que após a partida de Swami seus discípulos iam denegrir a Cultura Védica. Mas, Narayana Maharaja partiu em defesa de Swami alegando que ele somente estava pregando a missão de seu Gurudev pelo mundo inteiro. Os irmãos espirituais de Swami também não aceitavam o nome “Prabhupada” dado a Swami e, então também expliquei: “ Ele pode ser chamado ‘Prabhupada’ ou ‘Om Visnupad’ e, isto é aprovado pelos Sastras. Prabhupada humildemente disse: “Quando Srila Bhaktissidanta Sarasvati Thakur deixou este mundo, muitos de seus discípulos foram chamados ‘Om Visnupad’, ‘Paramahamsa’ e, eu fui chamado de Prabhupada. Meu mestre é meu Prabhu e eu sempre estou em seu ‘Pada’ ou pés. Eu apenas lembro dos pés de lótus de meu Gurudev, pois, eu estou situado lá. Se outros acham que eu estou o ofendendo,eu imploro para que me entendam. Durante os anos 1970 a 1977, eu estava andando de lá para cá, constantemente viajando e pregando na Bengala. E por causa da partida de meu Gurudev, eu estava muito ocupado dirigindo tudo na nossa Math – templo. Ele também estava bastante ocupado durante estes anos, viajando constantemente pelo mundo. E assim, ficamos um tempo sem nos encontrar. Infelizmente eu não estava presente quando ele abriu o Krsna-Balarama Temple, porque eu estava muito ocupado em Navadvipa. Meu Gurudeva tinha me ordenado para fazer certo serviço, então, eu não estava em condições para ir ao ocidente para assisti-lo na época. Outra dificuldade era que os devotos não sabiam o inglês, especialmente para falar. Eu conheço dez ou mais devotos indianos de primeira classe, incluindo alguns de seus irmãos espirituais como Krsna Das Babaji, Dinabandhu Babaji, Ananda Prabhu de Orissa e outros, mas, eles não conheciam o inglês e, achavam difícil os ocidentais entederem suas naturezas.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Maha Mantra



Hare Krishna Hare Krishna
Krishna Krishna Hare Hare
Hare Rama Hare Rama
Rama Rama Hare Hare



LOTUS

Sri Guru-carana-padma


Sri Guru-carana-padma

Os pés de lótus de Sri Guru

Srila Narottama dasa Thakura


sri guru-carana-padma, kevala bhakti-sadma

vando mui savadhana mate

jahara prasade bhai, e bhava toriya jai

krsna-prapti hoya jaha ha’te


Os pés de lótus de Sri Gurudeva são o depósito de riquezas de sri, prema-bhakti imaculada por Krsna. Mui cuidadosamente adoro e sirvo estes pés de lótus (gurupada padma). Por sua misericórdia, ó irmão, qualquer um pode atravessar este vasto oceano de miséria e alcançar os pés de lótus de Sri Krsna.

guru-mukha-padma-vakya, cittete koriya aikya

ara na koriho mane asa

sri guru-carane rati, ei se uttama gati

je prasade pure sarva asa

As palavras que emanam da boca de lótus de Sri Gurudeva devem ser abraçadas dentro do coração. Nenhuma aspiração, além de suas palavras, deve lá entrar porque suas instruções conduzem-nos ao objetivo mais elevado – rati, ou apego aos seus pés de lótus. Por sua graça, todos nossos desejos por perfeição espiritual são satisfeitos.

caksu-dana dila jei, janme janme prabhu sei

divya-jñana hrde prakasito

prema-bhakti jaha hoite, avidya vinasa jate

vede gaya jahara carito

Ele me concede a dádiva da visão transcendental e ilumina o meu coração com conhecimento transcendental. Ele é meu mestre nascimento após nascimento. Dele emana prema-bhakti, amorosa devoção divina, pela qual a ignorância é destruída. As escrituras védicas cantam o seu caráter.

sri guru karuna-sindhu, adhama janara bandhu

lokanatha lokera jivana

ha ha prabhu koro doya, deha more pada-chaya

tuwa pade lainu sarana

(ebe jasa ghusuka tribhuvana)

Sri Gurudeva é o oceano de misericórdia, o maior amigo dos desamparados, a vida e alma de todos! Ó mestre, seja misericordioso! Ai de mim! Ó Gurudeva, dê-me sombra aos seus pés de lótus – pois a eles me rendi. (Agora sua fama se espalhará por todo os três mundos).


Ocorreu um erro neste gadget
dandavats e pranamas , hare krsna ! obrigada da visita , sempre bem vindos , haribol ... Jaya Srila Gurudeva , Srila Prabhupada Ki Jay !